O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) abriu no começo da noite a sessão de julgamento do processo que pede a cassação do governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira (PMDB), e de seu vice, Leonel Pavan (PSDB). Os dois são acusados de abuso de poder político e propaganda eleitoral irregular durante o pleito de 2006, em que eram candidatos.

A ação contra Luiz Henrique foi impetrada em 2007 pela coligação do segundo colocado na disputa de 2006, o pepebista Esperidião Amin. O governador de Santa Catarina e o seu vice são acusados de fazerem propaganda eleitoral disfarçada de conteúdo jornalístico em veículos do Estado, por meio de notícias pagas, e de antecipar a campanha eleitoral em propagandas veiculadas desde 2004, quando Luiz Henrique já era governador de Santa Catarina.

Luiz Henrique faz parte do grupo de governadores que são réus em ações referentes às últimas eleições estaduais. Até o momento, três governadores já foram julgados pelo TSE: Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), Jackson Lago (PDT-AM) e Waldez Góes (PDT-AP). Os dois primeiros foram cassados e o último foi absolvido. Ainda serão julgados quatro governadores: Ivo Cassol (sem partido-RO), Marcelo Déda (PT-SE), Marcelo Miranda (PMDB-TO) e Anchieta Júnior (PSDB-RR).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.