O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) adiou o julgamento do processo de cassação do governador do Maranhão, Jackson Lago (PDT), que estava previsto para entrar hoje na pauta. O governador é acusado de abuso de poder econômico e de autoridade na eleição de 2006.

Em entrevista pela manhã a duas rádios de São Luís, Lago voltou classificar o processo como uma manobra política do grupo do senador José Sarney (PMDB-AP). Parecer do Ministério Público Eleitoral é pela cassação do governador. Nesse caso, assumiria o cargo a senadora Roseana Sarney (PMDB-MA), segunda colocada na eleição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.