TSE adia julgamento de processo contra governador Jackson Lago

BRASÍLIA - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) adiou nesta quinta-feira o julgamento do processo contra Jackson Lago (PDT), governador do Maranhão, acusado de crimes como compra de votos e abuso de poder na campanha eleitoral de 2006.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |


O julgamento foi adiado porque o ministro Fernando Gonçalves, do TSE, passou mal no final da tarde desta quinta-feira e foi encaminhado para o Instituto do Coração (Incor), em Brasília. De acordo com o presidente do TSE, ministro Carlos Ayres Britto, Fernando Gonçalves o informou que está com o voto pronto e, por isso, gostaria de participar da sessão.

Assim, Britto adiou o julgamento e disse que o caso será retomado na próxima sessão, a ser convocada para quinta-feira da próxima semana.

O pedido de cassação de Jackson Lago foi impetrado pela coligação da senadora Roseana Sarney (PMDB-MA), que perdeu as eleições do Estado em 2006 para Lago.

O relator do processo, ministro Eros Grau, já anunciou voto pela cassação do governador e seu vice, Luiz Porto (PPS), e pela imediata posse de Roseana Sarney.

Leia mais sobre: Jackson Lago

    Leia tudo sobre: carol pires

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG