Em seu dia de folga, a caminho da casa da mãe, o soldado da Polícia Militar Joseílton de Souza Figueiredo foi cercado por três desconhecidos em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, no momento em que, a pé, passava em frente a um bar. Armado com um revólver calibre 38, Figueiredo teria sido reconhecido pelo trio que, supostamente, abordou o PM com a intenção de matá-lo.

Ao sacar a arma, o policial deu início a uma troca de tiros com os suspeitos. Todos foram baleados. Antes de fugirem, os três rapazes ainda tomaram a arma do soldado.

Os três suspeitos procuraram por atendimento médico no Hospital Tide Setubal, no Itaim Paulista, zona leste da capital, onde dois seguem internados. Levemente ferido, um deles foi medicado, liberado e encaminhado ao Distrito Policial de Ferraz de Vasconcelos. O soldado foi levado para o hospital central de Ferraz e continua internado. A arma de Figueiredo ainda não foi localizada.

Leia mais sobre: violência

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.