Triunfo compra navio e entra no mercado de cabotagem

A Triunfo Participações e Investimentos (TPI) anunciou a compra de um navio para estrear no mercado de cabotagem. O negócio - de R$ 10,750 milhões, mais as despesas que vêm sendo feitas na embarcação Norsul Atlântico desde 31 de maio, somando aproximadamente R$ 15 milhões - foi fechado com a Navegação e Logística (NTL), controlada pela Companhia de Navegação Norsul.

Agência Estado |

A TPI adiantou hoje à Norsul 15% do valor acertado. A empresa tem 30 dias corridos, a contar de hoje, para realizar todas as verificações que julgar pertinentes em relação à NTL. Se nesse período for encontrado qualquer problema com a NTL ou com a documentação de compra, o negócio será desfeito, conforme fato relevante divulgado pela companhia.

Em entrevista à Agência Estado, o presidente da TPI, Carlo Alberto Bottarelli, disse esperar que as operações com transporte marítimo comecem em janeiro. Inicialmente, a TPI trabalhará com a linha Buenos Aires (Argentina), Montevidéu (Uruguai), Navegantes (SC) e Santos (SP). Mas o objetivo é chegar até Cartagena, na Colômbia.

Com o negócio de navegação de cabotagem, a TPI calcula produzir uma receita líquida de R$ 100 milhões no primeiro ano de operação, passando a R$ 150 milhões no exercício seguinte. "Além de ser um setor pouco explorado, consideramos estratégico trabalhar com diferentes modais", afirmou o presidente.

Segundo o executivo, a TPI vai somar esse navio a outro adquirido anteriormente pelo empresário Agostinho Leão, parceiro da TPI no Porto de Navegantes. As embarcações serão abrigadas na estrutura de uma nova empresa. "Nossa ideia é fretar outros dois navios no exterior, passando a administrar uma frota de quatro navios", disse o executivo.

Além dos investimentos totais de R$ 15 milhões na compra do navio, a TPI vai desembolsar mais R$ 20 milhões em infraestrutura portuária, fatia que equivale a 65% do investimento total planejado nesta área. Dentre os principais players do mercado de cabotagem no Brasil estão a Libra, Aliança, Mercosul Line e Log-In.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG