Três assaltantes foram presos em flagrante na manhã deste sábado, 19, enquanto faziam uma família refém em uma mansão no Morumbi, zona sul de São Paulo. Eles invadiram a residência, na Rua Zarabatana, por volta das 9 horas.

Uma das vítimas, ao notar a chegada dos bandidos, conseguiu se esconder em um dos cômodos da casa e ligar para a Polícia Militar.

Os bandidos invadiram a residência, de um advogado de 43 anos, pelos fundos. Segundo testemunhas, um homem em um Fiat Uno de cor escura ficou do lado de fora, dando cobertura ao trio. Oito pessoas - entre elas quatro membros da família e quatro funcionários - foram rendidas. Uma copeira foi esbofeteada e um jardineiro, agredido com uma coronhada.

As vítimas foram mantidas sob a mira de um revólver calibre 38. Os assaltantes exigiam dinheiro e joias e estavam à procura de um cofre. Eles recolheram a carteira do advogado, um notebook, cinco telefones celulares, dois relógios e uma máquina fotográfica.

Quando os policiais da 2ª Companhia do 16º Batalhão chegaram, um dos bandidos resolveu pular o muro, de cerca de seis metros, e fraturou as duas pernas. O segundo desistiu de pular, entrou na residência mas acabou preso em seguida. O terceiro bandido fugiu pelos fundos e tentou se esconder no Jockey Club, que fica próximo ao local. Lá, foi localizado pelos PMs. O comparsa que estava no Fiat Uno conseguiu fugir.

Dois dos criminosos fraturados, um nas pernas outro na costela, foram encaminhados ao Hospital das Clínicas, medicados e então liberados. Já os funcionários agredidos foram levados a hospitais particulares nos quais possuem convênio médico.

Os objetos roubados foram recuperados pela PM e o revólver calibre 38 usado pelos criminosos foi apreendido. Os presos, que segundo a PM responderão por roubo e resistência, estavam sem documentos e ainda não tiveram as suas identidades legitimadas. O caso foi registrado no 34º Distrito Policial (Vila Sônia).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.