Trinta detentos fogem de delegacia em Alagoas

Cerca de 30 presos fugiram na madrugada desta segunda-feira da Delegacia Regional de Penedo, às margens do Rio São Francisco, na divisa com o Estado de Sergipe, a 185 quilômetros de Maceió. Os presos serraram as grades e saíram pela porta da frente da delegacia, que estava superlotada.

Agência Estado |

Segundo os policiais, os fugitivos aproveitaram a redução do efetivo, que foi deslocado para investigar a morte do assessor do deputado estadual José Pedro da Arável (PMN), José Aragão da Silva, que foi assassinado a tiros ontem no povoado de Canoas, em Igreja Nova, a 153 quilômetros da capital alagoana.

A Polícia Civil de Alagoas informou que, no momento da fuga, 42 presos estavam na delegacia, divididos em cinco celas. Os policiais realizaram várias diligências em busca dos foragidos, que são considerados perigosos, mas até o início da manhã apenas um fugitivo havia sido recapturado.

De acordo com o delegado regional de Penedo, Jorge Barbosa, durante a fuga apenas dois agentes estavam na delegacia, que está interditada pela Justiça e não deveria receber presos. Barbosa contou ainda que a situação é mais grave porque outras delegacias do interior não estão recebendo presos, porque funcionam precariamente ou estão interditadas.

Leia mais sobre fuga

    Leia tudo sobre: fuga

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG