TRF nega pedido de habeas-corpus a Hugo Chicaroni

SÃO PAULO - O Tribunal Regional Federal da 3ª Região negou nesta sexta-feira o pedido de habeas-corpus feito pela defesa de Hugo Chicaroni. O pedido foi indeferido pela desembargadora Ramza Tartuce, que já havia negado liberdade a Humberto Braz, braço direito do banqueiro Daniel Dantas. Hugo Chicaroni e Humberto Braz, ex-diretor da Brasil Telecom são acusados de tentar subornar um delegado federal para retirar o nome de Dantas das investigações da operação Satiagraha. O mérito do habeas-corpus de Chicaroni será novamente julgado pela 5ª Turma do TRF da 3ª Região.

Redação |

AE/José Luis da Conceição
Banqueiro Daniel Dantas
Banqueiro Daniel Dantas ao ser solto pela PF
Chicaroni e Braz são os únicos investigados pela Operação Satiagraha que continuam presos. As investigações da PF envolveram os dois na suposta tentativa de suborno.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), o banqueiro Daniel Dantas, investigado pela Satiagraha, teria oferecido cerca de US$ 1 milhão, por meio de dois intermediários, a um delegado da PF para que seu nome, o de Verônica Dantas, irmã do banqueiro, e de Carlos Rodemburg, sócio e vice-presidente do Banco Opportunity, fossem retirados das investigações.

Leia também:

    Leia tudo sobre: operação satiagraha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG