O Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região suspendeu a decisão da Justiça Federal em Rondônia de afastar do cargo, por 90 dias, o governador do Estado Ivo Cassol. A suspensão foi determinada na noite de ontem pelo relator do caso, desembargador Fernando Tourinho Neto.

As informações são da 1ª Vara da Sessão Judiciária de Rondônia.

Com a decisão, Cassol permanece no cargo até o julgamento final do processo pelo TRF da 1ª Região. O governador de Rondônia responde a ação judicial no Ministério Público Federal por suposta compra de votos nas eleições de 2006 e por supostamente ter usado delegados da Polícia Civil do Estado para atrapalhar as investigações.

A suspensão do afastamento não é extensiva aos quatro delegados da Polícia Civil de Rondônia, que teriam coagido testemunhas e obstruído as investigações da Polícia Federal.

Contra o governador Ivo Cassol também tramita um processo de cassação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.