Três são presos por tentar fraudar prova de concurso em São Paulo

SÃO PAULO - O concurso para 1.449 vagas de investigador de polícia, realizado neste domingo em São Paulo, acabou com ao menos três candidatos encaminhados a delegacia sob suspeita de tentativa de fraude.

Agência Estado |

Entre eles há um policial militar que foi flagrado com um pequeno pedaço de papel - com anotações a lápis - escondido na cueca. No entanto, as respostas contidas na cola não batiam com as do gabarito oficial.

A Polícia Civil realizou a avaliação com cem questões de múltipla escolha nas disciplinas de língua portuguesa, noções de direito e criminologia, atualidades, lógica e informática.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), por enquanto o concurso não será cancelado. Foram 120.025 inscritos. As fases seguintes do concurso compreendem a testes de aptidão psicológica e física, além de prova oral. As datas dessas provas ainda não fora estabelecidas. As informações são do "Jornal da Tarde".

Leia mais sobre: concursos

    Leia tudo sobre: concurso público

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG