Três são mortos em noite de violência na zona sul de SP

Seis pessoas foram baleadas, sendo que três morreram, na noite de ontem em cinco casos distintos de violência, quatro deles na região do Grajaú, zona sul de São Paulo. Em um deles, um casal de namorados foi baleado pelo padrasto da garota, após o rapaz intervir numa suposta tentativa do agressor para agarrar a enteada.

Agência Estado |

O caso ocorreu no Jardim Moraes Prado. O autor dos disparos segue foragido. A jovem e o namorado foram levados para o Hospital Geral do Grajaú, onde ela morreu e o rapaz segue internado. O caso foi registrado no 85º Distrito Policial (DP), do Jardim Mirna.

O taxista Ailton Cerqueira dos Santos foi morto a tiros no Jardim Guaembu ao ser abordados por supostos assaltantes na saída de uma padaria. A dupla, segundo testemunhas, estava em uma moto, que teve a placa anotada. A vítima morreu no pronto-socorro do Grajaú. Aparentemente nada foi roubado. O caso foi registrado no 101º DP, do Jardim das Imbuías.

O motoboy Silvio Pereira da Macena, de 33 anos, foi morto ao ser abordado por assaltantes que estavam em outra moto, na Pedreira, zona sul da capital paulista. Baleado três vezes, Macena morreu no pronto-socorro do bairro. Nada foi levado do motoboy. O caso foi registrado no 98º DP, do Jardim Miriam.

Em outra tentativa de roubo, Roberto Alves de Oliveira foi baleado. Ele estava em uma moto e tentou fugir do criminoso, que atirou. A vítima também está internada no Hospital Geral do Grajaú. O mecânico Luis Carlos Alves também foi baleado na noite de ontem, num suposto acerto de contas. Ele segue internado no mesmo hospital.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG