Três pessoas morrem em queda de avião em Minas Gerais

Vítimas são réporter, fotógrafo e cinegrafista. Outras duas pessoas tiveram 80% do corpo queimado e estão internadas

iG São Paulo |

Três pessoas morreram carbonizadas e duas ficaram gravemente feridas na queda de um avião de pequeno porte, na noite de quinta-feira, na zona rural de Bom Jesus do Galho, no Vale do Rio Doce, em Minas Gerais.

Segundo informações Legião da Boa Vontade (LBV), as vítimas faziam parte de uma equipe de reportagem que cobriria a entrega de cerca de 70 mil cestas básicas na região. São elas: o repórter Belkis de Faria, de 35 anos, o fotógrafo Clayton Ferreira, de 25, e o cinegrafista Rodrigo Mafra, de 26.

Futura Press
Avião cai em Minas e deixa dois mortos

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o piloto João Vicente Granha e o coordenador da equipe Paulo Duarte Pereira, mesmo feridos, conseguiram deixar a aeronave antes da explosão. Contudo, sofreram queimaduras de 2º e 3º graus e foram socorridos em estado grave para o hospital Márcio Cunha, em Ibatinga.

Por volta das 3h desta sexta-feira, Pereira foi encaminhado ao Hospital Albert Einstein, na capital paulista, a pedido da família. Já Granha foi transferido por volta das 12h ao Vitória Apart Hospital, em Vitória (ES).

O bimotor Beechcraft, prefixo PT-LEU, partiu da cidade de Vitória, no Espírito Santo, rumo à Brasília, no Distrito Federal. Durante o socorro às vítimas, os bombeiros contam que ouviram de um dos sobreviventes que o motor começou a ratear, forçando o piloto a tentar o pouso forçado, culminando no acidente.

O avião foi cedido à LBV pelo advogado paulista Márcio Pollet, colaborador da instituição. Segundo Pollet, o avião passou por revisão na semana passada. A Aeronáutica investiga as causas da queda da aeronave.

*Com informações da Agência Estado

    Leia tudo sobre: aviãoquedaminas geraislbvmorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG