Três militares morrem em queda de helicóptero no Ceará

O helicóptero H-1H-8532 da Força Aérea Brasileira (FAB), que fazia parte da operação de simulação de guerra Cruzeiro do Sul (Cruzex IV) caiu, no final da tarde de hoje, na localidade Berimbau, em Icapuí, no litoral leste cearense, na fronteira com o Rio Grande do Norte. Na queda morreram três militares da Aeronáutica e outros três ficaram feridos.

Agência Estado |

O helicóptero saiu da Base Aérea de Natal (RN) com destino à Base Aérea de Fortaleza (CE) e caiu numa área de salinas entre carnaúbas. Os seis tripulantes eram de origem da Base Aérea de Belém (PA).

Os nomes dos três mortos carbonizados ainda não foram divulgados pela FAB. Já os três feridos são o major André Topini e os sargentos Fábio Marinho e Ernesto Perreta. Eles receberam os primeiros socorros no hospital municipal de Aracati e foram transferidos para Fortaleza com queimaduras de primeiro e segundo graus.

Segundo testemunhas, o helicóptero da FAB voava baixo dando sinais de problemas técnicos, quando começou a girar em torno de seu eixo. A aeronave acabou caindo, seguindo-se uma série de pequenas explosões, até o aparelho explodir e incendiar totalmente.

Através de nota o Comando da Aeronáutica lamentou o acidente. A integra da nota é a seguinte: "O Comando da Aeronáutica lamenta informar que na tarde de hoje, 14 de novembro de 2008, um helicóptero da Força Aérea Brasileira, modelo H-1H acidentou-se no deslocamento entre Natal (RN) e Fortaleza (CE).

Em conseqüência, dos seus tripulantes da aeronave três vieram a falecer e três encontraram-se feridos, tendo sido imediatamente encaminhados para o hospital do Município de Aracati (CE), onde receberam os primeiros socorros. O Comando da Aeronáutica iniciou as investigações para identificar os fatores que contribuíram para o acidente".

    Leia tudo sobre: helicopterohelicóptero

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG