Três filmes brasileiros competem no Festival de cinema de Lisboa

Lisboa, 12 out (EFE).- O 7ª Festival Internacional de Lisboa, o DocLisboa, que começa nesta quinta-feira e se estende até 25 de outubro, terá a participação de três documentários brasileiros e fará uma homenagem a Jonas Mekas, em colaboração com o Museu espanhol rainha Sofía.

EFE |

Duas das produções nacionais que estarão em exibição no festival contam a vida e obra da cantora Maria Bethania: "Bethania Bem de Perto" (1966), de Júlio Bressane, e "Pedrinha de Aruanda" (2007), de Andrucha Waddington.

O terceiro participante brasileiro é o filme "Garrincha, Alegria do Povo"(1962), de Joquim Pedro de Andrade, documentário que narra a vida deste jogador, considerado como um dos melhores da história.

Aos 86 anos, Mekas, uma lenda viva do cinema vanguardista norte-americano, será o convidado de honra do DocLisboa 2009.

Durante o evento, 19 trabalhos do diretor serão exibidos. Entre as obras, destaque para "Salvador Dalí, Happenings" (1963), sobre o pintor espanhol, assim como seu último trabalho, "An American Film Director at Work: Martin Scorcese" (2009), sobre a trajetória do diretor americano, ganhador de um Oscar em 2007 com os "Os Infiltrados".

Nesta edição, 200 documentários estarão participando de cinco categorias competitivas e o principal prêmio será para o melhor longa-metragem internacional, embora também haja premiação para produções de média (entre 30 e 60 minutos) e de curta duração (inferiores a 30 minutos).

No ano passado, o filme francês "End of the Rainbow", de Robert Nugent, foi o vencedor do principal prêmio. EFE bbr/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG