A Pesquisa Nacional de Saúde Escolar (PeNSE), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostrou que 33% das meninas do 9º ano do ensino fundamental buscam emagrecer e que 6,9% delas vomitaram ou tomaram remédios de uso controlado para não ganhar peso. “Há uma disseminação de um padrão estético ideal na sociedade que atinge em cheio essas meninas”, disse o ministro da Saúde, José Gomes Temporão.

Segundo ele, apesar de esses medicamentos serem controlados, há comércio ilegal, principalmente na internet. “A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vem fazendo um trabalho rigoroso de fiscalização. Esses números mostram que a situação é realmente preocupante.”

A PeNSE foi feita pela primeira vez com 61 mil estudantes do 9º ano de 6.780 escolas públicas e particulares, entre março e junho. A maioria deles (90%) tinha entre 13 e 15 anos. Eles responderam anonimamente a questionário sobre o contexto social e familiar, uso de drogas, violência, saúde bucal e atitude corporal.

Álcool

O uso de álcool, como mostrado por estudos anteriores, continua alto. Do total, 71,4% haviam experimentado bebida alcoólica pelo menos uma vez. Entre as mulheres, o porcentual é mais alto (73,1%) que entre homens (69,5%). Um em cada cinco já se embriagou pelo menos uma vez e 27,3% bebeu nos últimos 30 dias.

“Um fator importante para que esses números sejam tão elevados é a propaganda. Temos de regulamentar a publicidade de bebida alcoólica”, disse Temporão. Ele afirmou ter se impressionado com o dado que mostra que 18,7% dos adolescentes ouvidos andaram de carro dirigido por motorista alcoolizado nos últimos 30 dias. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.