Tamanho do texto

O TRE-RJ proibiu o senador e candidato à Prefeitura do Rio, Marcello Crivella (PRB), de usar imagens ou áudios do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do governador Sérgio Cabral Filho (PMDB) em seus programas eleitorais. Na fundamentação da decisão, o juiz Cezar Augusto Rodrigues Costa, responsável pelo julgamento de representações eleitorais na capital fluminense afirma que as imagens revelam apoio claro, veemente e eloqüente do presidente Lula e do governador Sérgio Cabral à campanha de Crivella, de outro partido que não os destes, o que é vedado por lei.

A decisão atendeu a dois pedidos de liminares impetrados pelas coligações "Unidos Pelo Rio", da candidatura do peemedebista Eduardo Paes, e outra do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores, em defesa da candidatura do petista Alessandro Molon. O juiz fixou a multa em R$ 20 mil, no caso de descumprimento da decisão. Para mostrar um suposto bom relacionamento do candidato com o governador do Rio e o presidente da República, o programa de Crivella mostrava 34 segundos de cenas, com vídeo e áudio, em que o senador aparecia ao lado de Sérgio Cabral Filho e de Lula. Assessoria de Crivella informou que ele acatará a decisão do TRE-RJ, mas não informou se ele vai recorrer.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.