Trem da Vale atinge barreira e fere 22 no PA, afirma MST

Vinte e duas pessoas ficaram feridas hoje quando um trem da Companhia Vale do Rio Doce atingiu uma barreira de troncos colocada na Estrada de Ferro Carajás, em Parauapebas, no Pará, informa nota divulgada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). O MST esclarece que a obstrução dos trilhos foi promovida pelo Movimento dos Trabalhadores na Mineração (MTM), em uma série de protestos contra a empresa.

Agência Estado |

Procurada, a Vale não se manifestou sobre o incidente.

Os manifestantes, denuncia o MST, estão sofrendo pressões, pois há 500 policiais militares no local e helicópteros sobrevoam a área, assustando as famílias. Na nota, o MST pede que o governo do Estado cumpra seu papel "de garantir a integridade dos manifestantes". O MST acusa a Vale de "criminalizar os movimentos populares ao criar um clima de terror, incentivando a violência contra famílias sem-terra".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG