Trem da MRS colide com ônibus no Rio e deixa 17 feridos

A Polícia Civil de São João do Meriti, município da Baixada Fluminense, confirmou que ao menos 17 pessoas ficaram feridas após a colisão entre um trem de carga e um ônibus de passageiros em uma passagem de nível (cruzamento não desnivelado entre uma ferrovia e uma via) do município.

iG São Paulo |

O acidente aconteceu por volta das 14h30 desta terça-feira num cruzamento da avenida Presidente Kennedy, no bairro Vila Jurandir.

De acordo com os bombeiros de Nilópolis (RJ), que atenderam a ocorrência, nenhum dos passageiros corre risco de morte. Segundo a corporação, eles sofreram apenas escoriações.

A polícia não confirma nomes nem o local para onde os feridos foram levados. Informou apenas que o maquinista e um auxiliar que estavam no trem nada sofreram e que entre os feridos estavam duas crianças.

O trem, da MRS Logística, tem 13 vagões e transportava cimento para o município de Rocha Sobrinho (RJ).

A polícia ainda investiga as causas do acidente. Por enquanto, afirma que não é possível dizer se houve imprudência do motorista ou se o local tinha algum problema de sinalização.

O ônibus, de acordo com os policiais, pertencia à Viação Vila Rica. A reportagem tentou contato no início da noite com a direção da empresa, mas ninguém atendeu os telefonemas.

Segundo a MRS, o trem já passava da metade da passagem de nível quando o ônibus invadiu o trilho. Segundo a assessoria de imprensa da empresa, houve imprudência do motorista, um problema sério" que a companhia diz enfrentar neste tipo de cruzamento.

Muitos motoristas aceleram no local achando que dá tempo de passar antes do trem e não respeitam o código de trânsito. Neste caso, muitos carros já estavam parados esperando a passagem dos vagões quando o ônibus atravessou, informou a empresa.

Os trens, para cruzar esses locais, costumam reduzir a velocidade para cerca de 30 km/h. A passagem tinha sinais sonoros e luminosos para indicar a aproximação do trem, segundo a MRS.

A MRS informou que a linha já está liberada para o tráfego ferroviário.

Com informações do Valor Econômico .

    Leia tudo sobre: acidente de tremtrem

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG