Trecho Sul do Rodoanel pode abrir ainda neste ano

SÃO PAULO - O Trecho Sul do Rodoanel Metropolitano Mário Covas - 61,4 km entre a Rodovia Régis Bittencourt, na zona oeste de São Paulo, e a Avenida Papa João XXIII, em Mauá - já tem 88% das obras concluídas e deverá ter a inauguração antecipada em até quatro meses. A reportagem sobrevoou toda a construção, a maior obra de engenharia em andamento hoje na América Latina.

Agência Estado |

Do alto, é possível ver todas as pistas escavadas. Há 30 trechos, somando cerca de 10 km, que já receberam cobertura de uma das duas camadas de pavimento previstas e a maioria dos 136 viadutos e pontes, que juntos somam 20 km - um terço da extensão do Trecho Sul -, está concluída.

Mais da metade (55%) do Trecho Sul terá as faixas cobertas por asfalto, por questões de assentamento do solo; 45% da extensão terá pavimentação de concreto.

Oficialmente, essa extensão deve ficar pronta até março de 2010. Mas técnicos já cogitam adiantar a abertura para este ano. No início de 2009, quando surgiu essa expectativa, a data marcada foi novembro. Agora, o mais provável é a inauguração em dezembro.

Quando a construção do Trecho Sul foi iniciada, em junho de 2007, a primeira data prevista em contrato para entrega era 2011.

Entre pontes, acessos e viadutos, falta concluir as maiores, como a de 1,75 km sobre a Represa Billings, a mais extensa de todo o Rodoanel, hoje com um dos lados 90% pronto e o outro já tendo alcançado 53% da obra. Perto dali ficará a maior rotatória de acesso/saída do Rodoanel.

Será uma das maiores do País, com 1 km de diâmetro, na Via Anchieta, para facilitar o trânsito de grandes caminhões. As praças de pedágio - serão seis - estão em etapa de concretagem.

Estamos fazendo de tudo para adiantar a entrega do Trecho Sul, diz Paulo Vieira de Souza, diretor de Engenharia da Dersa. Só o mau tempo, diz, pode prejudicar a conclusão antes do prazo.

O Trecho Sul teve a construção dividida em cinco lotes, cada um com uma extensão e sob a responsabilidade de um consórcio de empresas.

Os lotes 1, de 12,5 km (Grande ABC), e 2, de 6,9 km (na área da Via Anchieta), são os que se encontram com a construção mais avançada, com 90% do traçado pronto. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Leia mais sobre: Rodoanel

    Leia tudo sobre: rodoanel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG