Começa hoje a construção de um viaduto de 120 metros no quilômetro 197 da Via Dutra, no sentido Rio de Janeiro. A obra será feita no trecho destruído por uma queda de encosta, no dia 31 de janeiro.

A obra custará R$ 6 milhões, e o prazo para a conclusão é de três meses. Até lá, o fluxo entre os quilômetros 199 e 197 segue em mão dupla, na pista sentido São Paulo.

A concessionária NovaDutra concluiu que a reconstrução da pista poderia sobrecarregar o terreno, já afetado pelo rompimento da terra. A queda de encosta foi provocada pelas fortes chuvas que encharcaram o solo e abriram uma cratera de 80 metros de comprimento. "A construção do viaduto foi a melhor solução técnica encontrada, a que melhor se adapta às condições geológicas", disse o engenheiro Luiz Felipe Alves, responsável pela área de projetos da empresa.

Após o incidente, a concessionária retirou 20 metros de terra de cada lado do buraco para diminuir o peso e preservar a pista no sentido São Paulo. Segundo Alves, o trecho foi impermeabilizado com concreto projetado e 40 tirantes - barras de ferro de 20 metros - injetados com cimento para reforçar o que restou do terreno. Outra medida foi a instalação de drenos entre os tirantes, a fim de retirar água e aliviar o peso do solo.

"Depois que fizeram a sondagem, concluíram que havia várias trincas no subsolo e, por isso, não dava para aterrar", explicou o encarregado da obra de contenção, José Antônio Nascimento. "Uma das alternativas era recompor a rodovia, mas vimos que não seria uma solução adequada pelas condições geotécnicas do solo." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.