TRE veta candidato do PMDB a prefeito de Nova Iguaçu

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ) decidiu negar o registro de candidatura ao deputado federal Nelson Bornier (PMDB) para concorrer à prefeitura de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Bornier foi prefeito da cidade entre 1998 e 2001, quando deixou o posto para concorrer à Câmara dos Deputados.

Agência Estado |

As contas do governo dele não foram aprovadas pela Câmara dos Vereadores de Nova Iguaçu em 2003 e, por isso, ele foi considerado inelegível pelo Tribunal.

Bornier é apoiado pelo governador Sérgio Cabral (PMDB) e o principal adversário do prefeito Lindberg Farias (PT), que disputa a reeleição. Farias é o petista com mais chances de vitória nos maiores colégios eleitorais fluminenses, mas tem travado uma disputa acirrada com Bornier.

Em 2007, os vereadores haviam revisto a condenação das contas do ex-prefeito, mas a Justiça Eleitoral entendeu que o Legislativo não tem poder de revisão nessa matéria. Bornier afirmou ter recebido a notícia com surpresa, já que teve o registro para se reeleger deputado em 2006.

Para concorrer à prefeitura, Bornier ainda pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O recurso tem efeito suspensivo em relação à decisão do TRE e permite que o candidato continue fazendo campanha na cidade.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG