O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) decretou ontem a perda do mandato do vereador Joseph Raffoul, de Ferraz de Vasconcelos, município da Grande São Paulo. Eleito em 2004 pelo PMDB, o parlamentar deixou a legenda alegando ser vítima de grave discriminação pessoal e ingressou no PT.

No entanto, o vereador não conseguiu comprovar seu argumento, segundo o relator do caso no TRE-SP, Walter Guilherme.

Com isso, subiu para 15 o total de vereadores "infiéis" cassados após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) definir que o mandato pertence ao partido e não ao político. Raffoul ainda pode recorrer da decisão no TSE. Na mesma sessão, o TRE-SP suspendeu o repasse de novas cotas do fundo partidário ao diretório regional do PTB, em razão de supostas irregularidades na prestação de contas do partido referente a 2002.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.