Transplantes de órgãos crescem 10% no Brasil em 2008

BRASÍLIA - O Ministério da Saúde divulgou balanço nesta quarta-feira que revela aumento de doadores e a maior captação de órgãos no Brasil. Segundo o estudo, entre janeiro e dezembro de 2008, foram realizados 19.125 transplantes - o que representa crescimento de cerca de 10% em relação a 2007 (17.428). Temos de comemorar esses resultados, afirmou o secretário de Atenção à Saúde, Alberto Beltrame.

Redação com Agência Estado |

O transplante de coração foi o que apresentou o maior aumento percentual entre 2007 e 2008, com 29%; seguido pelo fígado (14%), pela córnea (12%) e pelo rim/pâncreas (9%).

O aumento do número de procedimentos é atribuído a um conjunto de fatores. Entre eles, a elevação no número de centros para transplantes, que passou de 892 para 942 entre 2007 e 2008. Apesar do aumento, há ainda uma série de dificuldades que precisam ser enfrentadas. Entre elas o número de doadores existentes no País, que ainda é considerado baixo.

São 6,2 doadores para cada milhão de habitantes. Na Espanha, a proporção é significativamente maior: 36 por milhão de habitantes. Beltrame afirmou que, se houvesse um número maior de doadores, o número de transplantes poderia ser maior. "É um sistema que se retroalimenta. Quanto mais transplantes fizermos, mais as pessoas se mobilizam para doar órgãos', disse o secretário. Para isso, diz Beltrame, é preciso "ganhar corações e mentes".

O estudo ainda ressalta que atualmente a lista de espera alcança 58.634 pacientes. Desse total, 36.095 dos indivíduos esperam por órgãos sólidos, 20.275 aguardam por um transplante de córnea e 2.264 estão na lista por um doador de medula óssea.

Os estados que realizaram o maior número absoluto de transplantes foram São Paulo (8.687), Minas Gerais (2.097) e Paraná (1.544). Outros estados também merecem destaque. O Acre realizou, em 2008, seus dois primeiros transplantes de rim. Rondônia (1400%), Alagoas (400%) e Espírito Santo (75%) apresentaram o maior crescimento na realização de transplantes entre 2007 e 2008. 

Leia mais sobre: transplante de órgãos  - doação de órgãos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG