Tráfico de pessoas movimenta de US$ 7 bi a US$ 9 bi por ano, aponta Unodc

BRASÍLIA - O Relatório Global sobre o Tráfico de Pessoas divulgado nesta quinta-feira pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc) aponta que o tráfico de pessoas chega a movimentar de US$ 7 bilhões a US$ 9 bilhões por ano no mundo, sendo apontada como a terceira atividade criminosa mais lucrativa.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

Segundo a representante adjunta da Unodc, Cíntia Freitas, o atual quadro mundial sobre tráfico de pessoas é grave. A situação atual sobre este quadro é extremamente grave. Esta atividade criminosa é a terceira mais lucrativa, depois de tráfico de drogas e armas. Esta atividade lida com vidas humanas, e, especialmente, de mulheres, ressaltou Cíntia.

O relatório aponta também que mais de 21.400 vítimas foram identificadas em 2006, entre os 111 países que relataram este tipo de crime. A exploração sexual é a forma comum de tráfico detectada (79% dos casos). O trabalho escravo é a segunda forma mais comum (18%). O estudo recolheu informações de 155 países e territórios.

Apesar do relatório não apontar a extensão do tráfico de pessoas no mundo, a representante da Unodc afirma que o Brasil tem avançado no combate ao tráfico de pessoas. Este relatório não tem a finalidade de apontar o ranking de pessoas traficadas no mundo, o propósito é levantar informações sobre o que os países têm feito para combater este crime. Mas posso afirmar que o Brasil é um exemplo bom e tem avançado bastante no que diz respeito a isso, ressaltou.

Para o secretário Nacional de Justiça, Romeo Tuma Júnior, o Brasil possui uma Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e um Plano de Ação em vigência desde janeiro de 2008, que tem contribuído para o combate deste crime.

Leia mais sobre: tráfico de pessoas

    Leia tudo sobre: tráfico de pessoas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG