O Grupo de Atuação Especial da Procuradoria Geral de Justiça (Gaeco) anunciou hoje em Rio Preto, interior de São Paulo, a descoberta de uma quadrilha de traficantes que vendia drogas em São José do Rio Preto e cidades vizinhas. A quadrilha era comandada pelo preso Ricardo Carvalho Costa, conhecido como Palmeirense, da Penitenciária 1 de Presidente Bernardes.

Conversas telefônicas e investigações que duraram meses desbarataram o esquema. O advogado Benedito Garcia, acusado de tentar subornar policiais militares ao oferecer R$ 10 mil, foi denunciado por corrupção. Outras 17 pessoas vão responder por tráfico e formação de quadrilha.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.