Toyota tem prejuízo de U$ 821 milhões no trimestre

A japonesa Toyota, maior fabricante de veículos do mundo, registrou um prejuízo líquido de 77,82 bilhões de ienes (US$ 821 milhões) no segundo trimestre deste ano (o primeiro trimestre fiscal da companhia), saindo do lucro líquido de 353,66 bilhões de ienes obtido em igual período do ano passado. Como a maior parte de seus concorrentes, o grupo foi prejudicado pela demanda fraca em mercados importantes.

Agência Estado |

Além disso, a valorização do iene, que encarece as exportações japonesas, ofuscou os esforços de redução de custos e a recuperação das vendas na China.

Ainda assim, o resultado foi bem melhor do que a expectativa média de analistas, que esperavam um prejuízo de 210,4 bilhões de ienes. O desempenho também representa um importante avanço em relação ao prejuízo líquido de 765,8 bilhões de ienes anunciado de janeiro a março.

A Toyota revisou para melhor suas previsões para o semestre e o ano. O grupo agora projeta prejuízo líquido de 250 bilhões de ienes para seu primeiro semestre fiscal, que termina em setembro, e prejuízo líquido de 450 bilhões para todo o ano até março de 2010. As estimativas anteriores eram de prejuízos de 450 bilhões de ienes para o semestre e de 550 bilhões de ienes para o ano. No ano fiscal terminado em 31 de março de 2009, a empresa apresentou o primeiro prejuízo líquido em seus 59 anos de história, de 436,94 bilhões de ienes.

Outras montadoras, como a Honda e a Daihatsu, também melhoraram suas projeções recentemente, num indício de que o pior momento da crise no setor automotivo já teria passado.

A Toyota elevou em 100 mil sua projeção de vendas no mercado japonês no atual ano fiscal, para 2,02 milhões de veículos, mas manteve a previsão para os mercados internacionais. No total, o grupo espera vender 6,6 milhões de veículos em todo o mundo no ano até 31 de março de 2010. As informações são da Dow Jones.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG