Total de rádios comunitárias no País ultrapassa a marca de 4 mil

No período de janeiro de 2003 até o momento, foram autorizadas 2.298 emissoras

AE |

selo

O número de entidades autorizadas a executar o serviço de radiodifusão comunitária no País ultrapassou em julho a marca de quatro mil emissoras, de acordo com dados do Ministério das Comunicações. O coordenador de Serviços de Radiodifusão Comunitária, Gleucione Junior, afirma que no total foram autorizadas 4.001 rádios comunitárias desde 1999. No período de janeiro de 2003 até o momento, foram totalizadas 2.298 emissoras.

O objetivo do governo é que esse número continue crescendo expressivamente, pois além de a rádio comunitária cumprir um papel importante na comunidade, promovendo a solidariedade, a cultura e a educação, evita a proliferação de rádios não autorizadas.

A rádio comunitária, segundo o ministério, é um tipo especial de emissora de rádio FM, de alcance limitado a, no máximo, um quilômetro a partir de sua antena transmissora. Seus objetivos são divulgar a cultura, o convívio social e eventos locais; noticiar os acontecimentos comunitários e de utilidade pública; e promover atividades para a melhoria das condições de vida da população. As rádios comunitárias não podem ter fins lucrativos.

    Leia tudo sobre: rádio comunitária

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG