Subiu para 28 o número de municípios paranaenses prejudicados pelas chuvas dos dias 29 e 30 de janeiro, de acordo com levantamento da Defesa Civil do Paraná desta quinta-feira. Entre as cidades afetadas, o município de São José da Boa Vista decretou situação de emergência na tarde de quarta-feira após a conclusão da avaliação dos danos.

AE
Cidade de Sengés cheia de lama na última segunda-feira

Cidade de Sengés cheia de lama na última segunda-feira

Já foram registradas cerca de 34 mil pessoas afetadas, sendo 1.007 desabrigadas - as que precisam dos abrigos públicos - e 3.160 desalojadas - as que podem contar com ajuda de vizinhos e familiares. As nove cidades atingidas na região metropolitana de Curitiba já voltaram à normalidade e os desabrigados e desalojados já retornaram para suas casas.

No município de Sengés, que havia ficado isolado e sem comunicação por telefone e rádio, o serviço de telefonia móvel já foi restabelecido. Cerca de 85% do fornecimento de água e 95% de energia elétrica também já foram normalizados.

Segundo a Defesa Civil, aproximadamente cem pontes e galerias pluviais foram afetadas na região de Jaguariaiva e Sengés, nas rodovias PR-151 e PR-239. Em Campo Magro, ainda há pontos obstruídos nos quilômetros 15, 27 e 35 da PR-090.

Até o momento, as cidades afetadas pelas chuvas são Almirante Tamandaré, Arapoti, Araucária, Bocaiuva do Sul, Campina Grande do Sul, Campo Largo, Campo Magro, Colombo, Doutor Ulisses, Guarapuava, Ibaiti, Ibiporã, Jaboti, Jaguariaiva, Pinhalão, Pinhais, Piraquara, Ponta Grossa, São José da Boa Vista, Sapopema, Sengés, Tomazina, Wenceslau Braz, São Jerônimo da Serra, Siqueira Campos, Paranacity, Ortigueira e Santo Antônio da Platina.

Leia também:

Leia mais sobre Paraná

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.