Torcedor baleado em Brasília segue internado em estado gravíssimo

BRASÍLIA - O torcedor do São Paulo, que foi baleado no último domingo, em Brasília, está em estado gravíssimo, segundo o último boletim médico divulgado pelo Hospital de Base de Brasília nesta quarta-feira. Nilton César de Jesus segue em coma e respirando por aparelhos. A preocupação mais recente dos médicos é com a ausência de reflexos no tronco.

Redação |

Acordo Ortográfico

A família de Nilton também divulgou um comunicado nesta quarta-feira. Representados por Paulo Artur Haller, irmão do torcedor, os familiares agradeceram o tratamento da imprensa e informando que uma missa pela recuperação de Nilton será realizada nesta quinta-feira, às 19h, na Igreja São Francisco de Assis.

Na terça-feira, Nilton já havia registrado piora em seu quadro de saúde. Na segunda, foi submetido a uma cirurgia no cérebro para tratar a hidrocefalia decorrente do edema provocado pela bala ainda na segunda-feira.

A mãe do torcedor, entre outros familiares, já foi até o local para acompanhar a recuperação de seu filho. A polícia prometeu para ela que vai investigar os fatos, mas pouco se manifestou oficialmente sobre o assunto até agora.

Revoltados, os parentes se recusaram a ver as imagens que mostram o momento em que o são-paulino, integrante da torcida organizada Dragões da Real, é atingido na cabeça por uma bala. O disparo teria saído da arma do sargento da Polícia Militar, José Luiz de Carvalho Barreto, do 9º Batalhão da PM do Gama. O policial foi detido, afastado de suas funções e responderá por lesão corporal grave.

Veja o vídeo sobre o caso:

Leia também:

Leia mais sobre: violência

    Leia tudo sobre: baleadabaleadotorcedorviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG