Toffoli rejeita denúncia contra Azeredo

BRASÍLIA - O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou na tarde desta quinta-feira pela rejeição total da denúncia do Ministério Público contra o senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), por seu envolvimento com o esquema do mensalão mineiro durante a campanha eleitoral para a sua reeleição ao governo de Minas Gerais.

iG São Paulo |

Para Toffoli, não há qualquer indício de envolvimento do senador com o esquema. Para o Ministério Público, porém, há indícios de que Azeredo tenha se envolvido com um esquema conhecido como mensalão mineiro. O relator do inquérito no STF, Joaquim Barbosa, já votou, em novembro, a favor da abertura da ação.

No julgamento de hoje, Barbosa fez algumas críticas ao voto do colega Toffoli durante a leitura de seu voto. "Vossa Excelência está fazendo comparações impertinentes", afirmou Barbosa.

O julgamento começou no mês passado. Na ocasião, o relator, ministro Joaquim Barbosa, votou favoravelmente à abertura da ação pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro. A votação foi interrompida em seguida, por um pedido de vista do ministro Tofolli.

Além dele, outros nove ministros do STF terão de votar se aceitam ou não a denúncia apresentada pelo Ministério Público contra o senador. Se a denúncia for aceita, o processo criminal será aberto.

*Com Agência Estado

Leia mais sobre: mensalão mineiro

    Leia tudo sobre: mensalão mineiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG