O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) condenou o empresário Oscar Maroni Filho a demolir, num prazo de 60 dias, parte do Oscars Hotel, situado próximo ao Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista. A decisão da 9ª Vara da Fazenda Pública condena o réu a fazer adequação da edificação à legislação municipal e, caso não o faça, terá que pagar uma multa diária.

A demolição é necessária, segundo o processo, já que a área aprovada em 2000 para construção era de um total de 15.778.06 metros quadrados. No entanto, em 2002, foi constatado o acréscimo irregular de 254,66 metros quadrados de construção no local que abriga imóveis na Rua dos Chanés e nas alameda dos Anarus e dos Carinás.

Maroni chegou a ser preso por 50 dias acusado de manter um esquema de prostituição na boate Bahamas, em Moema, também na zona sul de São Paulo. Ele foi absolvido pelo TJ-SP em janeiro deste ano. Tanto a boate quanto o Oscar's Hotel estão interditados desde 2007.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.