O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), desembargador Antonio Vallim Bellocchi, determinou hoje que a presidente da Fundação Casa (ex-Febem), Berenice Giannella, volte a exercer o cargo. A decisão vale até que o mérito seja julgado.

De acordo a instituição, Berenice voltou ao trabalho já na tarde de hoje.

Na quinta-feira, a juíza do Departamento de Execuções da Infância e Juventude (Deij), Mônica Paukoski, pediu pela terceira vez o afastamento da presidente da Fundação Casa. Assim como nos despachos anteriores, de maio e dezembro de 2007, ela alegava a presença de irregularidades nas unidades do Complexo Raposo Tavares e do Complexo Vila Maria. Segundo a Fundação Casa, a primeira está fechada desde janeiro e segunda foi extinta em dezembro do ano passado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.