O documentário Titãs, a Vida até Parece uma Festa , dirigido por Branco Mello e Oscar Rodrigues Alves, estará na mostra competitiva do Festival do Rio 2008, que começou ontem e segue até o dia 9 de outubro. Outro filme dos mais esperados por fãs dos anos 80 é o que conta a história de Renato Russo, o líder da Legião Urbana.

Enquanto a adaptação para o cinema da canção Faroeste Caboclo acaba de ser liberada pela Justiça, o longa do diretor Antonio Carlos da Fontoura, Somos Tão Jovens , acabou de ser contemplado pelo BNDES como um dos 18 projetos de filmes que receberão juntos R$ 12,45 milhões.

Somos Tão Jovens contará a história de um jovem Renato Russo entre os anos de 1976 e1982, período em que o cantor deu as caras pela primeira vez com a banda Aborto Elétrico, se apresentou como Trovador Solitário e decidiu, com Dado Villa-Lobos, Marcelo Bonfá e Renato Rocha, formar a Legião Urbana. Sua estréia está prevista para 2009 e a produção foi contemplada com R$ 700 mil pelo BNDES.

Já as filmagens de Titãs, a Vida Até Parece uma Festa começaram no início da década de 80, quando Branco Mello comprou uma câmera VHS para registrar tudo o que acontecia com os Titãs nos shows, estúdios, quartos de hotéis, aeroportos, ensaios. Por mais de duas décadas, Branco e seus companheiros captaram e arquivaram sons e imagens em vários formatos. As informações são do Jornal da Tarde.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.