SALVADOR ¿ A população da capital baiana viveu mais um fim de semana violento com um novo ataque a um bar, no bairro do Garcia, no início da noite de domingo (6). Pelo menos 15 homens armados chegaram ao local atirando. Segundo a polícia, o alvo do atentado seria o tenente da Polícia Militar Raimundo Gomes Barroso Neto, 27 anos. Baleado com quatro tiros, ele foi conduzido ao Hospital Geral do Estado, onde passou por cirurgias e ainda está internado. Outra vítima do atentado, Valdir Ferreira Costa, 43 anos, morreu no local.

De acordo com relato de moradores, cerca de 20 pessoas estavam no bar, assistindo o jogo entre Portuguesa e Vitória, quando os homens armados chegaram, em três carros, atirando.

Além de Raimundo e Valdir, outras cinco pessoas foram levadas ao HGE, por conta de ferimentos: Wilson Adorno de Jesus, 41 anos, José Lauro Marques, 47 anos, Marcos Vinícius dos Santos - sobrinho do tenente Raimundo -, 26 anos, Bruno Cardoso de Oliveira e Carlos Augusto Oliveira. O estado de saúde dos sobreviventes não foi divulgado.

Segundo testemunhas, o comandante da chacina seria o traficante conhecido como Cláudio Capanga, que teria agido seguindo ordens de um outro traficante conhecido como Lobão, suposto líder do tráfico no Garcia. De acordo com a polícia, Lobão tem ligações com outro bandido já morto, Pity.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.