Nove supostos criminosos morreram hoje após trocarem tiros com policiais civis na Favela Lagoinha, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Civil, cinco pessoas foram presas e cinco ficaram feridas na operação - até o começo da noite não havia informações se há policiais entre elas.

Houve a apreensão de armas e drogas. O caso será registrado na Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas.

Levantamento divulgado na última semana de julho pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), da Secretaria de Segurança do Estado, mostrou que, entre janeiro e maio deste ano a polícia fluminense matou 649 pessoas em supostos confrontos - os chamados autos de resistência. Esse número é 47,16% maior que o número de mortos nos cinco primeiros meses de 2006, último ano do governo Rosinha Garotinho (PMDB). Em 2007, primeiro ano do governo Sérgio Cabral (PMDB), foram 586 mortos - 10,75% menos que no mesmo período deste ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.