Tiroteio causa três mortes no Rio, e oficina de armas usada por criminosos é fechada

RIO DE JANEIRO - Uma oficina de conserto e manutenção de armas no Morrro da Coroa, no Catumbi, no centro do Rio, foi desmontada na manhã desta sexta-feira (24) por policiais da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod). Houve intenso tiroteio por volta das 7h, quando agentes da Dcod chegaram ao local. Ainda não há informações sobre feridos, de acordo com um policial da Delegacia de Combate às Drogas.

Agência Brasil |


Um outro confronto, esse entre policiais do 27º BPM (Santa Cruz) e traficantes da Favela do Aço, em Santa Cruz, na zona oeste, terminou com três homens mortos, na madrugada desta sexta-feira. Policiais do Grupamento de Ações Táticas (GAT) se dirigiam para o Posto de Policiamento Comunitário (PPC) da favela quando se depararam com um grupo de traficantes, segundo a PM.

Futura Press
Fuzil AK 47 dourado
Fuzil AK 47 dourado

Houve troca de tiros e os criminosos foram baleados. Eles foram socorridos no Hospital Pedro II, mas não resistiram aos ferimentos. Com o trio, a polícia apreendeu uma pistola, dois revólveres, 408 sacolés de cocaína, 683 trouxinhas de maconha, 52 pedras de crack, um rádio transmissor e R$ 99. O material foi levado para a 35ª DP (Campo Grande), onde a ocorrência foi registrada.

No Morro da Coroa,no Catumbi, os policiais apreenderam com os traficantes um fuzil AK 47 dourado, que estava em manutenção. Foram encontrados ainda munições de diversos calibres, drogas, armas desmontadas, farto material para montagem de armamento, lunetas e radiotransmissores, segundo informou uma policial da Dcod. Um homem foi detido para averiguação.

Além da Dcod, homens da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) também foram ao local. A ação policial recebeu a cobertura de um helicóptero.

Leia mais sobre: violência

    Leia tudo sobre: bandidotiroteioviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG