Repensar, reciclar e renovar: o tema da 13ª edição do Fashion Rio tem tudo a ver com as pequenas mudanças que o evento de moda carioca vem apresentando desde o seu início no último sábado, na Marina na Glória (Rio de Janeiro). Como o mote é renovar, a atração contempla a chegada de novos talentos.

Ontem, a sensação foi a apresentação da estilista Thais Losso, que já integrou as equipes das grifes Cavalera, Zapping e Sommer. Na estréia, ela não fugiu do universo que a consagrou: o pop. Apaixonada por TV, buscou inspiração no programa Ugly Betty , da Sony, e mostrou uma coleção com muita cor e estampa, deixando de lado as peças sóbrias.

Uma das mudanças deste ano no Fashion Rio é a ausência de marcas importantes no line up - como a BlueMan e a Colcci, que migraram para São Paulo e apresentarão suas coleções de verão 2009 na São Paulo Fashion Week, a partir do próximo dia 17, no prédio da Bienal. Com isso, o furacão Gisele Bündchen - que tem contrato de exclusividade com a Colcci - não dará mais o ar da graça nas passarelas cariocas.

Como o mote é renovar, outros novos talentos, como a Filhas de Gaia e a Koolture, desfilam amanhã e na quarta, respectivamente. A reciclagem fica por conta do retorno de Carlos Tufvesson, que também tem apresentação marcada para o dia 11. A tarefa de 'repensar' a moda ficou nas mãos da estilista Rita Wainer, que apresentou no sábado uma coleção autêntica, distante da tendência mundial. Destaque para os vestidos curtos, com volumes bem exagerados. As pregas, bordados e babados apareceram em quase toda a coleção, feita em algodão e linho (tecido que ela nunca havia experimentado).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.