Testemunhas depõem sobre morte de alemã em PE

Jennifer Kloker foi morta a tiros em São Lourenço da Mata, cidade da região metropolitana do Recife, durante o carnaval

AE |

AE
Pablo Tonelli, marido da alemã morta, na chegada para depoimento
Começaram hoje os depoimentos das testemunhas do caso do assassinato da turista alemã Jeniffer Marion Nadja Kloker, ocorrido em 16 fevereiro deste ano em São Lourenço da Mata, Pernambuco. Segundo o Tribunal de Justiça (TJ), as nove testemunhas de acusação apresentadas pelo Ministério Público (MP) já começaram os depoimentos. Outras 15 testemunhas de defesa serão ouvidas amanhã. Os três acusados do crime e outros dois envolvidos vão assistir à audiência.

Na terça-feira de carnaval, Jennifer, de 22 anos, foi morta a tiros em um suposto assalto na cidade da região metropolitana do Recife. Conforme a Justiça, a investigação concluiu que o crime foi forjado por membros da própria família. Três suspeitos confessaram: Pablo e Ferdinando Tonelli, viúvo e sogro da vítima, respectivamente, e Alexsandro Neves, autor dos disparos, contratado pelos mandantes. A reconstituição do crime ocorreu no dia 24 de março e contou com a participação dos três suspeitos confessos.

    Leia tudo sobre: mortealemãjennifer kloker

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG