Testemunha de defesa diz ter sido molestada por Farah

A ex-paciente Ana Maria Teixeira de Matos, uma das principais testemunhas de defesa do médico Farah Jorge Farah, que está sendo julgado pela morte de Maria do Carmo Alves, admitiu hoje ter sido molestada sexualmente por ele. Ao depor no 2º Tribunal do Júri, em São Paulo, ela afirmou que, mesmo assim, manteve uma amizade com o médico e a família por cerca de dois anos.

Agência Estado |

O médico Farah é acusado de matar e esquartejar a dona de casa e sua ex-namorada Maria do Carmo Alves, de 46 anos, em janeiro de 2003, em seu consultório, no bairro Santana, na zona norte de São Paulo. Os depoimentos terminaram por volta das 16h15. Agora, a pedido do advogado de Farah, Roberto Podval, serão exibidos os filmes Atração Fatal e Tomates Verdes Fritos .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG