Teste seu hálito

Teste seu hálito Por Andressa Zanandrea São Paulo, 16 (AE) - Mau hálito é um problema desagradável que atinge 40% da população em todo o mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). O mais chato é que, geralmente, quem tem não percebe.

Agência Estado |

Mas existem tratamentos para solucionar essa situação, que pode ser um alerta de que algo no organismo está fora de ordem.

A principal causa do mau hálito, segundo o doutor em Biologia Patologia Buco-Dental José Roberto Cortelli, da Universidade de Taubaté, é o acúmulo de bactérias na boca, sobretudo na língua. "Isso leva à liberação de produtos sulfurosos que provocam o mau hálito", explica. No total, são 97 causas que podem estar relacionadas a diversas doenças, incluindo problemas estomacais. O dentista Marcelo Rezende afirma que ficar sem comer nem beber água por muito tempo também pode levar à piora do hálito.

Rezende ensina um teste, caso haja dúvida sobre como está o cheiro: passar a língua no pulso e cheirá-lo após cinco minutos. "Se sentir odor ruim, é provável que esteja com halitose (mau hálito). Basta repetir o teste com frequência para saber se é crônica ou eventual."

O tratamento varia de acordo com cada caso e costuma ser simples e rápido. Por isso, o diagnóstico correto é importante, segundo o otorrinolaringologista Sérgio Salomão Abdalla Caruí, especialista em halitose. "É feita uma avaliação completa e exames até identificação da causa."

Cortelli afirma que, se a causa for a mais comum - ou seja, o acúmulo de bactérias na boca -, o tratamento consiste em limpeza, principalmente da língua. Se forem inflamações na gengiva, o procedimento adotado é acabar com a inflamação.

Antissépticos bucais com ação comprovada de eliminar e inibir a procriação de bactérias podem ser usados em conjunto com limpadores linguais e fio dental, segundo Cortelli. Além disso, é importante escovar os dentes de maneira correta. "Assim, a chance de as bactérias permanecerem na boca serão diminutas." Mas, ao perceber o problema, em vez de tentar resolver sozinho e correr para a farmácia, o ideal é procurar um dentista ou médico especialista na área de halitose para uma avaliação. Se houver necessidade, é feito encaminhamento a outros especialistas.

Boxe:
AVALIE SEU HÁLITO
Bebo pouco líquido
Sou fumante
Tenho intestino preso
Fico muitas horas sem me alimentar
Respiro pela boca
Costumo roncar
Tenho diabetes
Sinto minha boca seca com frequência
Tenho tártaro
Uso aparelho ortodôntico
Uso prótese dentária
Gengiva sangra com o fio ou na escovação
Placa esbranquiçada no fundo da língua
Grãos de odor ruim saem da garganta
Bebo mais de duas vezes por semana
Não falo de perto; ponho a mão na boca
Chupo bala para mascarar o hálito
Acho que tenho mau hálito

*Teste criado pelo otorrinolaringologista Sérgio Salomão Abdalla Caruí

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG