Terremoto no Atlântico não oferece risco de tsunami

O terremoto de magnitude 6,6 na escala Richter (que vai até 8,0) detectado hoje no Oceano Atlântico, a 1.260 quilômetros da Costa de Parnaíba, no Piauí, e a 1.

Agência Estado |

542 quilômetros de Caiena, capital da Guiana Francesa, não oferece riscos de tsunami, segundo o o professor de Geofísica da Universidade de Brasília (UnB), George Sand França. O tremor ocorreu a dez quilômetros de profundidade no leito da Dorsal Meso-Atlântica, informou o Observatório de Sismologia da UnB.

De acordo com França, o terremoto é comum. Ele explicou que o abalo sísmico, apesar da grande magnitude, teve o epicentro no meio do oceano, muito distante de regiões habitadas. França afirmou que o tremor ocorreu em zona de divergência, onde os terremotos acontecem não por causa de choques entre placas tectônicas, mas por causa de seu afastamento. "Só há formação de tsunami quando há encontro entre placas", disse.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG