A rebelião na Fundação Casa de Campinas (antiga Febem), no Jardim São Vicente, acabou por volta das 18h35. As três professoras mantidas como reféns por cerca de cinco horas foram liberadas sem ferimentos.

Os jovens atearam fogo em colchões e em cobertores no pátio da unidade, após tentarem fugir no início da tarde. Durante a rebelião, cinco adolescentes foram transferidos para outra unidade. De acordo com a assessoria da Fundação, uma promotora da Justiça esteve no local para negociar a libertação dos reféns.

A Polícia Militar do município mandou reforços para controlar a situação e a Tropa de Choque cercou a unidade por volta das 16 horas.

A unidade que tem capacidade para 72 menores e abriga atualmente 70.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.