Os funcionários da Viação Pégaso, última empresa de ônibus da cidade do Rio Janeiro que ainda estava em greve, voltaram ao trabalho na manhã desta terça-feira.

As empresas Viação Jabour e Transportes Zona Oeste, que chegaram a ficar com 100% da frota parada, afirmaram ao iG que a situação está normalizada desde o início do dia e que todos os veículos estão saindo da garagem no horário habitual.

Na tarde de segunda-feira, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) considerou a greve dos rodoviários ilegal e disse que cada funcionário que aderisse à paralisação iria responder junto ao empregador, inclusive, correndo o risco de ser demitido por justa causa.

Desde o início do dia, passageiros enfrentaram diversos transtornos para conseguir chegar ao trabalho. De acordo com a Secretaria Municipal de Transportes, a greve prejudicou ao menos 120 mil pessoas. Com a falta de ônibus, muitos optaram por sair de casa com o próprio carro e o trânsito ficou complicado em boa parte da capital fluminense.

Os grevistas reivindicavam aumento salarial, aumento de cesta básica, pagamento de hora extra, entre outras coisas. Desde o início, o sindicato da categoria disse que não apoiava a greve e pediu aos cobradores e motoristas que voltassem ao trabalho.

Leia mais sobre: greve

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.