Termina drama de mãe e filha mantidas reféns em Poá

SÃO PAULO - Terminou, por volta das 8h40 desta terça-feira, o drama de mãe e filha mantidas reféns desde às 17h de segunda-feira, em Poá, região metropolitana de São Paulo. Ninguém ficou ferido com o fim do sequestro.

Redação com Agência Estado |

AE
Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) deixam a casa em Poá

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), durante as negociações, os policiais conseguiram segurar a mão do padeiro Geraldo Mário, marido da vítima, que estava armado com uma faca, e libertaram a mulher, Maria Gilvanice dos Santos Cruz, e a filha, Ana Beatriz, de 2 anos, que estavam no interior da residência da família.

De acordo com vizinhos, tudo começou após uma discussão do casal. Ela teria pedido a separação e ele recusado a aceitar. Então, teria mantido a mulher e a filha em um dos quartos da casa. Geraldo, de 45 anos, já foi levado para a delegacia da região.

Leia mais sobre: cárcere privado

    Leia tudo sobre: poárefémrefénsseqüestradorseqüestro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG