Teresina pode ter mais oito vereadores de acordo com PEC aprovada no Senado

TERESINA - A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado aprovou nesta quarta-feira a PEC (proposta de emenda constitucional) que aumenta em 7.554 o número de vereadores no país. No Piauí serão criadas 258 vagas nas Câmaras dos Vereadores.

Agência Nordeste |

Teresina é a cidade que será mais beneficiada. Pela proposta aprovada, a Câmara de Vereadores de Teresina aumenta dos atuais 21 vereadores para 29 parlamentares, segundo o jornal "Meio-norte".

Os senadores, no entanto, retiraram do texto o artigo que reduzia os percentuais de repasse das receitas dos municípios para as Câmaras. Com a mudança, as Câmaras de Vereadores vão continuar a receber o montante previsto pela Constituição Federal, sem redução nos gastos. O senador César Borges (DEM-BA), relator da proposta na comissão, havia sugerido a redução dos repasses uma vez que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) reduziu em 2004 o número dos vereadores no país, mas manteve o mesmo percentual de repasses.

De 2004 para cá, as Câmaras tiveram os números de vereadores reduzidos, mas mantiveram a mesma arrecadação. "Os repasses continuaram os mesmos. Reduziu-se a representação, mas não os recursos para o erário. Por isso hoje temos Câmaras com uma verdadeira galinha gorda de arrecadação", disse Borges.

Como os senadores decidiram novamente aumentar o número de vereadores, na prática o relator afirmou que a redução não se faz mais necessária.

A CCJ decidiu separar o artigo que trata dos gastos para tramitar separadamente na Casa. Com a retirada do artigo, a PEC continua a tramitar no Senado e segue para votação no plenário --mas sem o item referente aos gastos das Câmaras de Vereadores.

A PEC foi aprovada em maio pela Câmara e, desde então, esperava pela análise dos senadores. Os vereadores fizeram pressões para o aumento no número de cadeiras ao longo do ano para que pudesse valer nas eleições de outubro deste ano, mas o Congresso acabou deixando a decisão para o último mês dos trabalhos legislativos.

Os vereadores sofreram um corte de 8.481 vagas em 2004 devido a resolução do TSE que redefiniu o tamanho das Câmaras em relação aos habitantes. A PEC beneficia principalmente cidades pequenas e médias, com populações entre 15 mil e 1 milhão de habitantes.

Com as mudanças, cidades que têm até 15 mil habitantes terão nove cadeiras na Câmara de Vereadores. O número vai crescendo de acordo com o tamanho dos municípios, chegando ao máximo de 55 cadeiras para as cidades que têm mais de 8 milhões de habitantes.

"As grandes cidades já estavam beneficiadas pela Constituição, essas não terão redução nenhuma no número de vereadores. Mas tínhamos municípios pequenos com maior número de vereadores do que outros com um número superior de habitantes", disse Borges.

Teresina, que possui cerca de 800 mil habitantes ficou na faixa das cidades com 750.001 habitantes até 900 mil habitantes. As cidades nessa faixa terão 29 vereadores.

As cidades de 80.001 até 120.000 habitantes terão 17 vereadores; as cidades com até 15 mil habitantes terão 9 vereadore4s; as cidades com 15 mil a 30 mil habitantes terão 11 vereadores; as cidades com 30.001 até 50 mil habitantes com 13 vereadores; e de 50.001 habitantes até 80 mil habitantes, 15 vereadores.

Leia mais sobre: câmara dos vereadores

    Leia tudo sobre: vereador

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG