rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, na Ilha do Fundão, zona norte do Rio. De acordo com boletim médico divulgado neste domingo, a paciente, uma mulher de 52 anos, aguarda o fim do período de isolamento para receber alta. Após esse período, ela não correrá mais o risco de passar o vírus a outras pessoas." / rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, na Ilha do Fundão, zona norte do Rio. De acordo com boletim médico divulgado neste domingo, a paciente, uma mulher de 52 anos, aguarda o fim do período de isolamento para receber alta. Após esse período, ela não correrá mais o risco de passar o vírus a outras pessoas." /

Terceiro paciente internado com gripe suína passa bem, mas ainda não teve alta

RIO DE JANEIRO - Passa bem a paciente ainda internada com gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/04/30/oms+decide+mudar+nome+da+gripe+suina+5867916.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, na Ilha do Fundão, zona norte do Rio. De acordo com boletim médico divulgado neste domingo, a paciente, uma mulher de 52 anos, aguarda o fim do período de isolamento para receber alta. Após esse período, ela não correrá mais o risco de passar o vírus a outras pessoas.

Redação com Agência Brasil |

A paciente é a mãe do estudante de 29 anos  que recebeu alta do mesmo hospital na tarde da última sexta-feira (15). Ele havia contraído a doença de um amigo, que foi o primeiro caso confirmado de gripe suína no Rio. O rapaz, de 21 anos, foi contaminado durante viagem ao México e internado no dia 5 no Hospital do Fundão, recebendo alta no dia 13.

Segundo o Ministério da Saúde, esses três pacientes são os únicos do Rio de Janeiro que tiveram confirmada a infecção pelo vírus A (H1N1), que causa a gripe suína. Outros seis casos no estado são considerados suspeitos.

Casos no País

Caiu de 25 para 22 o número de casos suspeitos de gripe suína no Brasil, de acordo com boletim divulgado pelo Ministério da Saúde neste domingo. Amostras de secreções respiratórias destes pacientes estão em análise em laboratórios.

O número de casos monitorados segue em 18 e já foram descartados 264 casos.

Os casos suspeitos estão nos Estados de Minas Gerais (7), São Paulo (6), Distrito Federal (2), Alagoas (1), Amapá (1), Paraná (1), Pernambuco (1), Piauí (1), Rio de Janeiro (1) e Rondônia (1).

Leia também:



Entenda a "gripe suína"


Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG