Tenor italiano Gianni Raimondi morre aos 84 anos

Roma, 22 out (EFE) - Gianni Raimondi, uma das grandes vozes da lírica italiana e o tenor que mais cantou com a diva María Callas, morreu aos 84 anos em sua residência de Piano, em Bolonha, no centro-norte da Itália.

EFE |

O tenor italiano morreu no domingo, mas, por expresso desejo da família, a notícia só foi divulgada hoje, após o funeral.

Raimondi estreou em 1947 em Budrio (Bolonha) interpretando o papel do duque de Mântua na ópera "Rigoletto" de Giuseppe Verdi, que o alçou à fama e, um ano depois, se apresentou no teatro Communale de Bolonha no papel de Ernesto em "Don Pasquale", de Gaetano Donizetti.

Em nota, o teatro La Scala, de Milão - onde Raimondi atuou 270 vezes -, lamentou a morte do tenor.

O grande sucesso de crítica e público do italiano foi "La Traviata", de Verdi, ópera que interpretou em 1956 sob a direção de arte de Luchino Visconti e ao lado de uma magistral María Callas no papel de Violetta.

O tenor tinha um vasto repertório, que o levou a cantar nos templos da ópera de Viena a Londres e no Metropolitan, de Nova York, e a ser dirigido pelos principais maestros, como Carlo Maria Giulini, Gianandrea Gavazzeni, Herbert von Karajan, George Pretres e Claudio Abbado. EFE ccg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG