Tendência é que PR apoie Dilma em eleições de 2010, diz líder do partido

Presente em jantar entre lideranças do Partido da República (PR) e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, o líder do partido na Câmara dos Deputados, deputado Sandro Mabel (GO), afirmou nesta quarta-feira que a tendência é que a legenda apoie o nome do governo para a Presidência da República, nas eleições de 2010. Ele evitou falar em acordo antecipado, mas alegou ser natural que o partido continue alinhado com o governo petista.

Sarah Barros, repórter em Brasília |

Agência Brasil
Dilma durante jantar com líderes do PR
Dilma com ministro do Transporte e Mabel
Não há pré-acordo. Mas estamos junto com o governo Lula. Naturalmente a tendência é seguir o governo que temos defendido, disse à reportagem do Último Segundo.

Segundo o líder, a definição sobre o apoio depende de acordos nos Estados, o que levará muito mais tempo para determinar. Se em 70% dos Estados não conseguirmos fechar com o PT ou com candidatos apoiados pelo PT, não podemos dizer que, em âmbito nacional, apoiamos o governo, explicou, reforçando que a prioridade é formar as bancadas nas câmaras estaduais e federal.

No jantar, os representantes do PR, entre os quais estiveram o ministro dos Transportes e presidente de honra do PR, Alfredo Nascimento, e o líder da legenda no Senado, senador João Ribeiro (TO), teriam ouvido de Dilma um relato sobre o pré-sal, além de questões referentes a sua indicação para a disputa pela Presidência. Ela repetiu que o PT deve definir até fevereiro se ela será a candidata do governo, pontuou.

De acordo com Mabel, o nome de Dilma tem a simpatia do partido assim como qualquer candidato que possa dar continuidade ao governo atual.

Sobre a polarização da disputa, entre um candidato do governo e outro, representando mudanças na administração atual, Mabel afirmou que o cenário está posto e que dificilmente prosperará uma terceira alternativa.

O empecilho seria tempo para consolidar esta terceira candidatura. Porém, sinalizou que o deputado Ciro Gomes (PSB-SP) tem afinidades com o governo Lula. Ele está mais sintonizado politicamente, afirmou, comparando o Ciro com a possível candidata do PV, Marina Silva (AC).

Leia também:

  • Peemedebistas podem assumir que são vice do PT, diz Berzoini
  • PMDB deve anunciar aliança com PT na próxima semana
  • Filiações dão primeiro esboço das eleições 2010
  • PMDB quer acelerar negociação de aliança para disputa presidencial
  • Dilma defende candidatura única para eleições presidenciais
  • Líderes empresariais se submetem a estatuto socialista do PSB

    Leia mais sobre eleições 2010

    • Leia tudo sobre: dilmaeleições 2010pr

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG