Temporão responsabiliza eleições pelo avanço da dengue

Em reunião com prefeitos e secretários de Saúde municipais da Bahia, em Salvador, no início da tarde de hoje, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, voltou a afirmar que o avanço dos casos de dengue no Estado não o surpreende - por causa dos resultados dos levantamentos dos índices de infestação pelo mosquito Aedes aegypti, realizados no ano passado. Além disso, o ministro responsabilizou as eleições municipais pelo agravamento da situação.

Agência Estado |

"Alertamos os prefeitos para a importância do processo de transição no combate à doença, mas isso não aconteceu em muitos casos", afirmou Temporão. "Houve descontinuidade dos trabalhos de prevenção após a eleição e cerca de 40% dos secretários de Saúde foram substituídos. Eles estão começando um novo trabalho, mas acredito que vamos vencer esta batalha."

Segundo a Secretaria de Saúde da Bahia, o Estado registrou, do início do ano até a manhã de hoje, 48 mortes supostamente causadas pela dengue - em 22 casos, a causa da morte foi confirmada. Na tarde desta segunda-feira está prevista a divulgação de um novo balanço oficial sobre o avanço da doença no Estado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG