BRASÍLIA - O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, disse hoje que é preciso trabalhar de maneira ininterrupta durante todo o ano de 2008 para que a epidemia de dengue não atinja outras cidades.

Temos que trabalhar no ano de 2008 de maneira pesada, articulada e integrada, governo federal, estados, municípios e a sociedade, para que a gente evite uma situação semelhante em 2009, em outros estados, ao que o Rio de Janeiro vive hoje. Esse trabalho tem de ser feito de maneira permanente. Acabou o tempo de mutirões e de dias nacionais ou de esforços concentrados. O esforço concentrado, agora é o tempo todo, afirmou Temporão.

Segundo ele, os estados do Amazonas, Rondônia e Pará, na Região Norte, e Rio Grande do Norte, Bahia e Sergipe, no Nordeste, também preocupam, ainda que não se comparem com a situação do Rio de Janeiro. Estamos falando de 50 mil casos no Rio de Janeiro e de algumas centenas de casos nesses outros estados, acrescentou.

Temporão disse que nesta quinta-feira será realizada no Rio de Janeiro uma reunião entre os secretários estaduais de Saúde para discutir a situação da dengue no país. Um dos pontos a serem debatidos é um treinamento para que profissionais de diversas especialidades possam atender crianças vítimas da doença.

Leia mais:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.